blog posts

Faturamento de empresas de Internet no Brasil chega a R$ 144,7 bilhões

Um levantamento do Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT) sobre o segmento Internet no Brasil, constatou que entre os anos de 2012 e 2014 as empresas do segmento da Internet tiveram um aumento no faturamento de 50,1%, o número de postos de trabalho aumentaram em 17,5%, as empresas expandiram seus estabelecimentos em 27,56%, passando a ocupar a 14ª colocação no ranking de recolhimento de tributos federais, sendo responsáveis hoje por 1,6% da arrecadação dos tributos federais (em 2005 era de 0,43%).

A IBPT tomou como base para realizar a pesquisa, empresas do segmento de representação da Abranet, incluídas na Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAEs) e constatou que o faturamento das empresas de internet passou de R$ 96,4 bilhões em 2012 para R$ 144,7 bilhões em 2014, o que representa 1,74% do faturamento de todas as empresas brasileiras.

O faturamento nesse segmento é maior do que o de 79% dos setores da economia. Não se encontra em dois anos um aumento de faturamento tão alto, declarou Gilberto Luiz do Amaral, presidente do conselho superior e coordenador de estudos do IBPT.

A maioria das empresas é de pequeno e médio porte, apenas 2,07% delas faturam acima de R$ 48 milhões anuais. E são as pequenas e médias as que mais empregam. No período de 2012 a 2014, foram criados 51.180 postos de trabalho, sendo gerados cerca de 19.260 novos empregos por ano.

Apesar da crise econômica que o país atravessa e que afeta os negócios de uma forma geral, as estatísticas para o setor da internet continuam positivas e ascendentes.

“Arrisco a dizer que daqui a cinco anos, as empresas dos CNAEs pesquisados serão ainda mais representativas, ficando em 5º lugar em faturamento e em recolhimento de tributos. E daqui a dez anos o setor de internet será o de maior recolhimento de tributos”, afirmou o coordenador de estudos do IBPT.